Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \14\UTC 2008

Dar não é fazer amor
Dar é dar.
Fazer amor é lindo, é sublime, é encantador, é esplêndido.
Mas dar é bom pra cacete.
Dar é aquela coisa que alguém te puxa os cabelos da nuca…
Te chama de nomes que eu não escreveria…
Não te vira com delicadeza…
Não sente vergonha de ritmos animais. Dar é bom.
Melhor do que dar, só dar por dar.
Dar sem querer casar….
Sem querer apresentar pra mãe…
Sem querer dar o primeiro abraço no Ano Novo.
Dar porque o cara te esquenta a coluna vertebral…
Te amolece o gingado…
Te molha o instinto.
Dar porque a vida é estressante e dar relaxa.
Dar porque se você não der para ele hoje, vai dar amanhã, ou depois de amanhã.
Tem pessoas que você vai acabar dando, não tem jeito.
Dar sem esperar ouvir promessas, sem esperar ouvir carinhos, sem
esperar ouvir futuro.
Dar é bom, na hora.
Durante um mês.
Para os mais desavisados, talvez anos.

Mas dar é dar demais e ficar vazio.
Dar é não ganhar.
É não ganhar um eu te amo baixinho perdido no meio do escuro.
É não ganhar uma mão no ombro quando o caos da cidade parece querer te abduzir.
É não ter alguém pra querer casar, para apresentar pra mãe, pra dar
o primeiro abraço de Ano Novo e pra falar:
“Que que cê acha amor?”.
É não ter companhia garantida para viajar.
É não ter para quem ligar quando recebe uma boa notícia.
Dar é não querer dormir encaixadinho…
É não ter alguém para ouvir seus dengos…
Mas dar é inevitável, dê mesmo, dê sempre, dê muito.

Mas dê mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma chance ao amor.
Esse sim é o maior tesão.
Esse sim relaxa, cura o mau humor, ameniza todas as crises e faz você flutuar

Experimente ser amado…

Tatiana Bernardi

Anúncios

Read Full Post »

Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa

Read Full Post »

Deixo a dica de um site que trata (entre outros) do mesmo assunto que o Sobre Mulheres e Homens: relacionamentos. O blog Pergunte ao Urso tenta responder questionamentos cotidianos dos mais variados tipos.
A grande diferença fica por conta do humor escrachado, mas divertido, do Urso Branco, o responsável pelo blog. Vale mandar perguntas e, ainda, comentar as idéias do Urso, bem como os problemas relatados. Vale a visita.

Deixo como referência o último post, sobre relacionamentos com ex:
Mais um ex que vai, mais um ex que vem… Passa tanto corno e tudo bem…

Read Full Post »

Lamentar uma dor passada, no presente,
é criar outra dor e sofrer novamente.

William Shakespeare


Costumo dizer que não se apaga uma pessoa de nossas vidas. Ela pode ter ido embora, ou podem ter brigado, pode odiar, ou até não sentir absolutamente nada, apenas indiferença. Mas não se apaga alguém. As pessoas passam e deixam marcas. Essas marcas formam o que somos. Assim, não vejo como seja possível apagar alguém. Pode-se, sim, até esquecer, mas nunca apagar uma história.Mas concordo também com Sheakespeare, pois esquecendo ou não, e fingindo ou não ter marcas, não vale a pena sofrer novamente por algo que já se sofreu uma vez. Por mais que se queira reviver algo, ou mudar algo que passou, não se volta no passado. E não se deve viver novamente o passado.Doeu? Muy bien, chore bastante, grite, xingue. Mas faça isso para não precisar mais fazer. Depois, enxugue as lágrimas, lave o rosto, coloque um óculos de sol , levante a cabeça e caminhe.Viva!

Read Full Post »

Sou contra os noivados muito prolongados. Dão tempo às pessoas para se conhecerem melhor, o que não me parece aconselhável antes do casamento.

Oscar Wilde

Read Full Post »